Ximenes Belo, Nobel da Paz, é suspeito de abusar de menores

Coordenador e editor de Religião e Cidadania TVI/CNN Portugal
28 set, 15:48

Um jornal holandês denuncia esta quarta-feira alegados abusos sexuais cometidos pelo ex-bispo de Díli, Ximenes Belo, que já foi galardoado com o Nobel da Paz. Os crimes terão ocorrido ainda antes de ser nomeado bispo, quando era superior nos Salesianos na década de 80.  

As primeiras investigações sobre os alegados abusos remontam a 2002, ano em que Ximenes Belo anunciou a resignação do cargo de Administrador Apostólico de Díli, função que exercia desde 1983, alegando sofrer de fadiga mental e física.  

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados