Soldado russo de 21 anos julgado por matar civil ucraniano

13 mai, 22:54

Vadim Shishimarin tem 21 anos e é acusado de ter atingido a tiro um homem desarmado, quatro dias depois do início da guerra na Ucrânia.

A coluna de tanques a que pertencia o militar estava debaixo de fogo por parte dos ucranianos na região de Sumy, quando Vadim e mais quatro soldado tentaram fugir num carro roubado. 

Para não serem denunciados, o soldado terá assassinado um civil de 62 anos que passava de bicicleta no local. O homem teve morte imediata.

Europa

Mais Europa

Patrocinados