PSP apreende mais de 6.000 munições e duas armas de fogo em operação nacional

Agência Lusa , AM
21 mai, 08:21
Operação Nacional “Tiro Seguro” (PSP)

Operação decorreu entre quinta-feira e domingo

Mais de seis mil munições e duas armas de fogo foram apreendidas numa operação nacional da PSP para fiscalizar o funcionamento e segurança dos complexos, carreiras e campos de tiro para a prática recreativa, anunciou a corporação.

Em comunicado, a PSP explica que a operação, que decorreu entre quinta-feira e domingo, incluiu 62 ações de fiscalização e envolveu a apreensão de 6.182 munições da classe D por suspeitas de tráfico de munições em um campo de tiro.

O proprietário do espaço foi constituído arguido, acrescenta a nota.

A PSP instaurou ainda 10 autos de contraordenação e apreendeu duas armas de fogo, por se encontrarem armazenadas fora do local de licenciamento.

Entre as várias infrações detetadas durante a operação, a PSP destaca a violação geral das normas de conduta, a falta de registo nominal dos atiradores que frequentam as instalações, das armas utilizadas e do número de disparos efetuados, assim como a ausência de isolamento ou proteção dos solos, que inclui a recolha dos projéteis resultantes dos disparos.

A PSP detetou ainda que, nos locais onde eram recolhidos, os projéteis não eram entregues a empresas da especialidade que asseguram o transporte e reciclagem.

Nalguns casos, os solos também não eram limpos semestralmente, como a lei obriga.

Com esta operação, a PSP pretendeu verificar o cumprimento das condições técnicas e de segurança das instalações e das áreas envolventes, nos complexos, carreiras e campos de tiro, assim como das normas de conduta e segurança por parte dos praticantes de tiro recreativo para evitar acidentes.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados