"Se um cão fica doente, levamo-lo para casa". Canil em Donetsk resiste a ataques com granadas de morteiro

22 abr 2022, 20:35

A guerra tem atingido de forma severa os animais de estimação dos ucranianos. Mesmo que muitas pessoas consigam transportá-los durante a fuga, são muitos os que ficam para trás: feridos, mortos ou abandonados.

O jornalista Bruno Amaral de Carvalho, que acompanha as tropas russas, retrata as dificuldades de um canil, situado em plena linha de contacto entre russos e ucranianos, nos arrredores de Donetsk.

Europa

Mais Europa

Patrocinados