Sacerdotes "não têm uma obrigação legal de denunciar o que quer que seja"

27 jul, 18:08

O Patriarcado de Lisboa terá omitido uma denúncia que recebeu nos anos 90 de abusos sexuais de menores cometidos por um padre. Na altura, D. José Policarpo manteve o sacerdote em funções que o colocavam em contacto com crianças e jovens. 20 anos depois, D. Manuel Clemente, atual cardeal patriarca de Lisboa, também soube do caso e não o comunicou às autoridades.

O advogado Magalhães e Silva analisou, esta quarta-feira, o caso, sublinhando que, do ponto de vista legal, os sacerdotes não têm obrigação de denunciar a situação. 

 

País

Mais País

Patrocinados