Perplexidades: novo autarca de Caminha vai pedir novo parecer sobre contrato polémico do antecessor

4 nov, 21:16

O novo presidente da Câmara Municipal de Caminha já admitiu reverter o polémico negócio do seu antecessor. Em causa estão 300 mil euros adiantados pela autarquia para a construção de um centro de exposições. Há contrato, mas não há terreno.

É que a localização original não é viável, e o promotor, em alternativa, diz que já comprou mais de 30 parcelas noutro local.

Política

Mais Política

Patrocinados