“Passado mais recente” mostrou que sondagens “servem para condicionar, formar ideias nas cabeças das pessoas”

13 jan, 15:39

João Oliveira, cabeça de lista da CDU às eleições europeias, rejeita prever qualquer cenário político para Portugal e diz que “os resultados eleitorais ainda estão em construção” e quanto à CDU garante que o resultado eleitoral tem ainda “muita margem para ser construído, reforçado”

Olhando para “o passado mais recente”, o comunista defende que “percebe-se que as sondagens, mais do que refletirem o que vai na cabeça das pessoas, servem para condicionar, formar ideias nas cabeças das pessoas”, defendendo que foi assim que o PS conseguiu uma maioria parlamentar.

O PCP organiza este sábado um Encontro Nacional em Lisboa para marcar o “grande arranque” da campanha eleitoral.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados