"O orçamento virou uma campanha eleitoral, um leilão entre partidos", diz Miguel Sousa Tavares

23 nov 2023, 22:50

Para Miguel Sousa Tavares, António Costa, contrariamente a Marcelo Rebelo de Sousa, não se precipitou ao demitir-se do cargo de Primeiro-Ministro. Já o Presidente da República, precipitou-se ao decidir que o país deveria ir para eleições. "Este não é um Governo do PS, é de António Costa".

O comentador frisou que a solução normal teria sido "convidar o PS a indicar outra pessoa", garantindo a estabilidade que Marcelo Rebelo de Sousa tanto estima. 

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados