NATO reforça armamento para a Ucrânia. "Putin é o responsável pela guerra", acusa Stoltenberg

16 jun, 22:02

Os ministros da Defesa da NATO decidiram enviar mais armamento pesado para a Ucrânia, refletindo um escalar do envolvimento ocidental no conflito. No final, o secretário-geral da NATO decidiu clarificar uma ideia sugerida há poucos dias pelo Vaticano. Jens Stoltenberg sublinhou que o conflito foi totalmente orquestrado pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados