"Não há dinheiro e o Orçamento do Estado é incapaz de suportar o aumento que as forças de segurança desejam"

2 jul, 19:44

Em análise à indignação das forças de segurança face às declarações do primeiro-ministro, esta terça-feira, Miguel Relvas afirma que “um processo como este não pode ser alvo do ‘tudo ou nada’”. “Enquanto um processo negocial não é concluído tem de existir a possibilidade de se encontrar uma porta que permita um entendimento”, diz o comentador da CNN Portugal. Além disso, destaca que “nem todos os trabalhadores da Administração Pública se podem gabar de ter, à partida, um aumento de 300 euros de uma só vez”.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados