Mecanismo de escrutínio: "Eu quando vou ao supermercado também tenho a preocupação de escrever num papel o que me falta em casa"

12 jan, 23:37

Foi esta quinta-feira aprovado em Conselho de Ministros o mecanismo de escrutínio de governantes. Os futuros ministros e secretários de Estado vão ter de responder a um questionário de 36 perguntas - e não 34 como a ministra da Presidência tinha anunciado - que inclui uma declaração de compromisso de honra. 

Manuela Ferreira Leite considera que este questionário é uma tentativa de António Costa de se livrar da responsabilidade das polémicas que envolvem membros do Governo, mas foi mais longe. 

"Do meu ponto de vista, é uma verdadeira piada de mau gosto. (...) Porque é algo de inimaginável que o primeiro-ministro precise de uma cábula, que precise de um papel onde estão escritas as perguntas que devem ser feitas a qualquer pessoa que contrate qualquer uma para trabalhar connosco". 

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados