Madeira já recebeu quase 300 refugiados da guerra na Ucrânia. Muitos ficam em casa de familiares e amigos, outros aguardam pelo apoio da ilha

19 mar, 14:57

A Madeira já recebeu quase 300 refugiados da guerra na Ucrânia desde o início do conflito. A maioria, como Larissa, procurou abrigo junto de familiares e amigos na ilha, mas há quem chegue apenas com a roupa que tem no corpo. A esses, valem os apoios públicos e dos madeirenses anónimos.

País

Mais País

Patrocinados