Lloyd Austin foi internado dia 1 e Joe Biden só soube dia 4. “Isto é bastante grave”

8 jan, 17:17

Luís Costa Ribas, correspondente da CNN Portugal nos Estados Unidos, revela que a notícia do internamento de Lloyd Austin, secretário de Defesa dos Estados Unidos, “foi muito polémica e muito mal recebida em Washington”, pois, apesar de ter sido noticiado o internamento nos cuidados intensivos no dia 1 de janeiro, “só no dia 4 é que o presidente dos Estados Unidos sabe que o seu braço direito para questões de política de defesa nacional e militar está no hospital”.

“Isto é bastante grave, porque tem de haver uma cadeia de comando ordeira e funcional, 24 horas por dia, sobretudo num país como nos Estados Unidos”, explica.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados