"Joe Biden nunca iria pedir desculpa a Vladimir Putin, mas tentou corrigir o tiro"

28 mar, 22:44

O Presidente dos Estados Unidos recusou voltar com a palavra atrás, depois de ter pedido a saída do poder do seu homólogo russo, no discurso que fez na Polónia.

Esta segunda-feira, Joe Biden disse que expressou uma "indignação moral" e não uma "mudança política".

Luís Costa Ribas, correspondente da CNN Portugal nos Estados Unidos, considera que Biden "nunca iria pedir desculpa a Vladimir Putin", mas tentou "corrigir o tiro". 

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados