Gripe A e infeções respiratórias continuam a entupir urgências. Pico só daqui a duas semanas

Jornalista da editoria de Sociedade
10 jan, 21:51

O número de casos de infeção de gripe A continuam a aumentar e o pico de contágios é esperado para daqui a duas semanas. Até lá, os especialistas recomendam que as pessoas estejam atentas a sintomas (que vão da febre, cefaleias, dores de cabeça e sintomas gastrointestinais) e que evitem ir às urgências. A vacinação é também recomendada, uma vez que o vírus que circula é o que está incluído na vacina.

País

Mais País

Patrocinados