Faltou escrutínio no caso Alexandra Reis, sem Pedro Nuno Santos “o Governo fica mais fraco”, mas "não há razão para dissolução”

2 jan, 00:05

Quanto à polémica indemnização paga pela TAP a Alexandra Reis, que já levou à queda de dois secretários de Estado e do ministro das Infraestruturas, Alexandra Leitão aponta erros e falta de escrutínio na nomeação de Alexandra Reis. A comentadora realça que sem Pedro Nuno Santos, o Governo fica mais fraco e, por fim, reitera que "não há razão para dissolução da Assembleia da República”.

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados