Falta "saber se o Hamas é grupo terrorista ou se é braço armado de um Estado que, mais ou menos, o assume como tal"

30 out 2023, 18:02

O advogado Paulo Saragoça da Matta afirma que existem "rigorosas leis da guerra", reconhecendo, no entanto, que "é quase impossível falar de um conflito armado em que não exista sobreposição de fronteiras".

Quanto a um possível julgamento dos crimes cometidos pelo Hamas, o comentador garante que falta perceber se em causa está um "grupo terrorista" ou um "braço armado de um estado".

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados