Do topo da Serra da Estrela, o horizonte tem quilómetros de cinzento. “Urgente” agora é cortar as árvores que ficaram

Pivô do Jornal das 8 da TVI
15 ago, 20:14

A mancha cinzenta na Serra da Estrela estende-se por largos quilómetros. Num dos pontos, no topo, são cerca de 10 quilómetros de terreno queimado em linha reta. José Maria Saraiva, presidente da associação Amigos da Serra da Estrela, avisa que a prioridade agora é “deitar todas as árvores ao chão”, para que os troncos cortados possam servir de rede natural de contenção dos terrenos quando chegarem os tempos de chuva. Este guia faz também um apelo, para que os portugueses se juntem ao esforço de reflorestação.

País

Mais País

Patrocinados