Detenção Manuel Pinho: “Um processo intrigante” em que “seria absurdo o termo de identidade e residência”

14 dez 2021, 21:48

Rogério Alves lembra que a detenção de um cidadão não é uma medida que se tome de ânimo leve, realçando que "seria absurdo depois de tudo isto" manter a medida coação no termo de identidade e residência.

Manuel Pinho, antigo ministro da Economia, foi detido, por ser suspeito de crimes de corrupção e branqueamento de capitais no caso EDP.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados