Covid-19: “Em termos de infeção, talvez este inverno seja semelhante ao do ano passado”

3 set, 18:11

Carlos Antunes, investigador da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, considera que Portugal está atualmente numa situação mais tranquila relativamente à covid-19, mas que a variante dominante, a BA.5, pode ser capaz de fazer aumentar o número de contágios.

“Em termos de infeção, talvez este inverno seja semelhante ao do ano passado, vai depender do comportamento do vírus”, disse o matemático. O facto de Portugal estar com menos medidas de proteção e mitigação do vírus faz com que estejamos “mais expostos, apesar de o risco ser menor”. “A suscetibilidade ainda é elevada”, diz, frisando que varia de faixa etária para faixa etária e que os mais velhos continuam mais vulneráveis ao vírus, seja ao contágio como ao desenvolvimento de doença - sobretudo tendo em conta que esta variante “tem a capacidade de invadir o sistema imunitário”.

Quanto à campanha de vacinação conjunta contra a covid-19 e a gripe, que arranca quarta-feira, o analista afirma que está adequada e que, para já, não faz sentido alargar a faixas etárias abaixo dos 60 anos, uma vez que é a partir desta idade que o risco de desenvolver doença e morrer é maior. “Temos de salvaguardar os mais vulneráveis. 2.2% das pessoas acima dos 60 anos que é infetada acaba por falecer”, conclui.

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados