Chega quer "cortar" na ideologia de género? "Os celebrados 400 milhões não têm nada que ver com a ideologia de género"

19 jan, 23:39

Sérgio Sousa Pinto comenta as promessas apresentadas por André Ventura durante a VI Convenção Nacional do Chega, nomeadamente a promessa de cortar 400 milhões de euros destinados à promoção da ideologia de género e, em contrapartida, subir pensões e aumentar apoios atribuídos aos polícias.

Opinião

Mais Opinião

Mais Vistos

Patrocinados