Centeno passa no primeiro teste à independência. Governador do Banco de Portugal cumpriu os "deveres gerais de conduta"

Jornalista de Economia
15 nov, 21:00

No Banco de Portugal, está concluída a análise da Comissão de Ética à situação criada pelo convite de António Costa a Mário Centeno para assumir o cargo de primeiro-ministro. A Comissão diz que foi observado o código de conduta, mas que a reputação da instituição também sofreu danos. O documento será enviado agora para o Banco Central Europeu.

Governo

Mais Governo

Mais Vistos

Patrocinados