Caso Madeira: "A decisão não podia ser mais pesada. Se tivesse esse poder, o juiz arquivava o processo"

14 fev, 19:51

O ex-presidente da Câmara do Funchal Pedro Calado vai aguardar o julgamento em liberdade. O juiz de instrução decidiu contra as medidas de coação pedidas pelo Ministério Público, no âmbito de um processo que investiga suspeitas de corrupção na Madeira.

A comentadora da CNN Portugal Inês Serra Lopes considera que a decisão "não podia ser mais pesada", uma vez que o juiz não tem o poder de arquivar o processo "que era o que faria". 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados