"Aproveitamento político". PS recusa votar ao lado do Chega para criminalizar Marcelo

7 mai, 19:27

O PS não vai dar provimento à intenção do Chega de criminalizar o Presidente da República. O deputado socialista João Paulo Rebelo disse na CNN Portugal que o partido acompanha o PSD, deixando os 50 deputados do Chega sem hipótese de fazer aprovar a proposta.

Partidos

Mais Partidos

Mais Vistos

Patrocinados