"Ainda estamos a tentar perceber porque é que este vírus é mais infeccioso"

28 dez 2021, 08:00

Marta Nunes está há 13 anos na África do Sul e é uma das investigadoras na linha da frente da Ómicron no Departamento de Análise de Vacinas e Doenças Infecciosas da Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo, onde a variante foi descoberta a 24 de novembro.

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados