A Rússia quer mesmo conquistar Kiev e Odessa? "Há a intenção de introduzir uma pressão psicológica sobre as populações da Ucrânia"

Com carreira militar iniciada em 1983 na Escola Prática de Cavalaria, o tenente-general Marco Serronha é vice-presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo especialização militar no continente africano.
22 fev, 22:46

Tenente-general Marco Serronha afirma que a Rússia "nunca abandonou verdadeiramente os primeiros objetivos da guerra".

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados