"A ministra antecipou-se: não tinha força política para o impacto da morte da mulher grávida que foi mandada de um hospital para outro"

30 ago, 07:07

Pedro Santos Guerreiro, diretor executivo da CNN Portugal, comenta a demissão de Marta Temido, indicando que a ministra se demitiu "antes de ser demitida".  "Ela não tinha já força política para aguentar o embate desta notícia", diz Pedro Santos Guerreiro, referindo-se à morte de uma grávida transferida do Hospital de Santa Maria, uma notícia avançada pela TVI/CNN. "O incêndio político ia começar hoje"

Governo

Mais Governo

Patrocinados