"A adesão à UE é uma esperança para os ucranianos neste momento"

18 jun, 15:19

"Os ucranianos estão a defender o seu país, mas, depois do fim da guerra, querem um país rico e desenvolvido, sem corrupção. A adesão à União Europeia é uma esperança para os ucranianos neste momento", considera Pavlo Sadokha, presidente da Associação de Ucranianos em Portugal, sublinhando que este é o desejo da maioria dos ucranianos: "Nas nossas manifestações, e nas outras manifestações pela Europa, vemos sempre bandeiras da União Europeia."

À CNN Portugal, Pavlo Sadokha recorda que a vontade de aproximação à União Europeia foi o motivo principal que levou à Revolução da Dignidade, em Kiev, em 2013. A Rússia invadiu a Ucrânia em 2014 porque "não queria que a Ucrânia escolhesse livremente o seu futuro", sublinha.

Europa

Mais Europa

Patrocinados