Gonzalo Lopez fugiu de um autocarro de prisioneiros no Texas. Foi morto depois de ser identificado como suspeito de matar uma família de cinco pessoas

CNN , Por Andy Rose e Christina Maxouris
4 jun, 13:59
Gonzalo Lopez (Texas Department of Criminal Justice)

Condenado, que fugiu há três semanas, era uma das pessoas mais procuradas no estado norte-americano. Tinha sido condenado por homicídio agravado, tentativa de homicídio agravado e sequestro agravado

Um homicida condenado que fugiu no mês passado de um autocarro de prisioneiros, no Texas, foi morto num tiroteio com agentes da Polícia, na quinta-feira, poucas horas depois de ter sido indicado como principal suspeito do homicídio de quatro crianças e um adulto, numa casa em Leon County, segundo as autoridades.

Gonzalo Lopez fugiu de casa numa carrinha, mais tarde imobilizada com uma lagarta de pregos, na cidade de Jourdanton, disse Jason Clark, do Departamento de Justiça Criminal do Texas, numa conferência de imprensa na quinta-feira à noite.

Lopez bateu com o veículo e envolveu-se num tiroteio com agentes.

"Ele disparou vários tiros contra os agentes e estava armado com uma AR-15 e uma pistola", disse Clark, acrescentando que acreditam que as armas de fogo terão sido roubadas da casa em Centerville, onde a família foi morta. Nenhum agente ficou ferido.

As vítimas foram identificadas como quatro alunos do distrito escolar independente de Tomball e o avô deles, de acordo com uma carta enviada à comunidade distrital pela superintendente Martha Salazar-Zamora.

Bryson Collins, de 11 anos, foi morto juntamente com os três primos e o avô

"A perda de um aluno, seja por que motivo for, é desoladora, mas perder quatro de uma forma tão trágica é atroz", dizia a carta. "Os nossos pensamentos e orações estão com a família e amigos destes queridos alunos e avô."

“O distrito disponibiliza aconselhamento a qualquer aluno que necessite”, acrescentava.

Mark Collins, de 66 anos.

As vítimas foram identificadas como sendo Mark Collins, de 66 anos, juntamente com quatro dos seus sete netos: os irmãos Waylon, de 18 anos, Carson, de 16, Hudson, de 11, e o primo, Bryson Collins, de 11 anos, de acordo com um comunicado da família que foi fornecido à CNN pelo cunhado do avô, David Scarbrough.

A família era "muito unida e profundamente religiosa", disse o pastor da família, Steve Bezner, durante uma conferência de imprensa, na sexta-feira. A data dos serviços fúnebres da família ainda não foi anunciada.

Waylon Collins, de 18 anos, Carson Collins, de 16, e Hudson Collins, de 11

Lopez estava a cumprir duas penas de prisão perpétua

Lopez tinha sido condenado por homicídio agravado, tentativa de homicídio agravado e sequestro agravado, de acordo com o Departamento de Segurança Pública do Texas. Estava a cumprir duas penas de prisão perpétua por essas acusações.

Gonzalo Lopez

A sua fuga a 12 de maio, perto de Centerville, a cerca de 200 km ao norte de Houston, desencadeou um dos maiores esforços de busca de um recluso fugitivo na história do Texas, de acordo com as autoridades.

Lopez estava na lista dos dez fugitivos mais procurados do estado, e as autoridades ofereceram até 50 mil dólares por informações que levaram à sua captura.

"Ele tem uma sentença de prisão perpétua por homicídio agravado, por matar um homem com uma picareta, e tentativa de homicídio por disparar sobre um agente da Polícia", disse o porta-voz do Departamento de Justiça Criminal do Texas, Robert Hurst, numa conferência de imprensa, avisando que Lopez era "muito perigoso".

Lopez pertencia à máfia mexicana e tinha ligações à zona de Rio Grande Valley - incluindo Weslaco e Mercedes - e San Antonio, informou o Departamento de Segurança Pública estadual.

Lopez roubou este Chevrolet Silverado da casa onde uma família de cinco pessoas foi encontrada morta, segundo as autoridades

A família estava na casa de férias

Na manhã desta quinta-feira, as autoridades disseram que uma família tinha sido encontrada morta na sua casa de férias e que Lopez era o suspeito.

"Lopez é um assassino. Tem um grande desrespeito pela vida humana", disse Clark.

As autoridades não disseram as idades ou identidades das vítimas.

A família utilizava a casa de Leon County como "residência de fim de semana", disse Clark. Os investigadores acreditam que a família não tinha ligações a Lopez, que alegadamente invadiu a casa e roubou um veículo, que Clark descreveu como "carrinha agrícola".

A casa estava dentro do perímetro de buscas da Polícia, na sequência da fuga de Lopez, que aconteceu quando ele era levado de Gatesville para outra unidade em Huntsville, para uma consulta médica.

Huntsville fica a cerca de 110 km a norte de Houston.

Lopez estava a ser transportado numa área separada e fechada do autocarro da prisão, mas fugiu, cortando o metal e rastejando por baixo das grades, segundo as autoridades.

Gonzalo Lopez posa nesta foto, cuja data se desconhece

Lopez atacou o condutor e obrigou o autocarro a parar, segundo as autoridades. Os dois saíram do veículo e, à medida que outro agente se aproximava, Lopez voltou para o autocarro e tentou conduzi-lo para fugir, mas os agentes dispararam contra os pneus e imobilizaram o veículo, segundo as autoridades.

Lopez saiu do autocarro e correu para a floresta, na autoestrada 7, no condado de Leon, de acordo com as autoridades.

Contribuíram para esta notícia: Raja Razek, Chuck Johnston, Rebekah Riess, Caroll Alvarado, Sharif Paget e Hannah Sarisohn.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados