Protesto da polícia deixa carros da PSP inoperacionais. Há divisões que não estão a conseguir responder às ocorrências

8 jan, 19:16
PSP

A segurança do país está assim em causa numa manifestação clara e silenciosa dos operacionais que pedem melhor condições de trabalho e também aumentos salariais

Um protesto silencioso de elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) obrigou a uma reunião de emergência na direção nacional da PSP esta segunda-feira à tarde.

Ao que a CNN Portugal apurou, não há praticamente carros patrulhas a vigiar as grandes cidades do país depois de os elementos terem dado indicação à central rádio de que as mesmas estão inoperacionais.

Divisões como Amadora, Loures, Sintra, Cascais, Oeiras, centro de Lisboa, Almada, Setúbal e Porto têm vários veículos parados neste momento, o que não está a permitir dar vazão as ocorrências a esta altura.

Além dos carros patrulhas, também as carrinhas das equipas de intervenção rápida e vários carros das equipas de investigação criminal estão a ser encostados e não estão ao serviço.

A segurança do país está assim em causa numa manifestação clara e silenciosa dos operacionais que pedem melhor condições de trabalho e também aumentos salariais.

A CNN sabe que no Comando de Évora os elementos que vão entrar agora às 20:00 estão a ponderar parar os carros em forma de protesto.

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados