Tantas estreias só no último alargamento

12 out 2015, 10:05

O Campeonato da Europa vai ter na próxima edição 24 seleções. Destas, já são quatro as que vão lá estar pela primeira vez, como em 1996. E ainda podem ser mais

O alargamento do número de seleções participantes no Campeonato da Europa trouxe como uma das consequências normais haver várias nações a estrearem-se na prova mais importante do continente. No França 2016 já estão garantidas quatro presenças inéditas antes de a fase de apuramento estar concluída: Islândia, País de Gales, Irlanda do Norte e Albânia.

Em todas as edições houve pelo menos uma estreia. O facto em si é uma regra sem exceção. Mas desde 1996 que não havia tantas seleções a garantirem a primeira presença num Europeu. O Campeonato da Europa de Inglaterra foi também um Europeu de alargamento de participantes – e, além disso, com uma Europa que tinha uma série de seleções novas (e algumas já consolidadas
) seis anos depois da dissolução da União Soviética.

Em 1996, o Europeu de futebol passou a ter o dobro das seleções participantes da sua edição anterior. No Suécia 92 participaram oito nações. Entre os 16 presentes em Inglaterra, as estreias de Suíça, Turquia, Croácia e Bulgária bateram o recorde da primeira edição em que, logicamente, todas as quatro primeiras participantes do Campeonato da Europa de 1960 eram estreantes.

O número de quatro estreantes estabelecido no europeu organizado por Inglaterra é agora igualado quando a prova sofre novo alargamento de 16 para 24 participantes. E o número de seleções a estarem na prova pela primeira vez pode ser batido nestes França 2016, pois a fase de qualificação ainda decorre.



A história das estreias nos Europeus foi assim:

1960
(4 seleções)
Todos os 4
estreantes por ser a 1ª edição: França (organizador), Checoslováquia, União Soviética e Jugoslávia;

1964
(4 seleções)
3
estreantes: Espanha (organizador), Dinamarca e Hungria;

1968
(4 seleções)
2
estreantes: Itália (organizador) e Inglaterra;

1972
(4 seleções)
2
estreantes: Bélgica (organizador) e Alemanha (como RFA);

1976
(4 seleções)
estreantes Holanda

1980
(8 seleções)
<1< b=""> 1 estreante: Grécia

1984 (8 seleções)
2 estreantes: Portugal e Roménia

1988 (8 seleções)
1 estreante: República da Irlanda

1992 (8 seleções)
2 estreantes: Suécia (organizador) e Escócia

1996 (16 seleções)
4 estreantes: Suíça, Turquia, Croácia e Bulgária

2000 (16 seleções)
2 estreantes: Noruega e Eslovénia

2004 (16 seleções)
1 estreante: Letónia

2008 (16 seleções)
2 estreantes: Áustria (organizador) e Polónia

2012 (16 seleções)
1 estreante: Ucrânia (organizador)

2016 (24 seleções)
4 estreantes garantidos: Islândia, País de Gales, Irlanda do Norte e Albânia

Num cenário de maximização das possibilidades, ainda há mais três seleções que podem terminar esta fase de qualificação com o prémio da estreia na fase final de um Campeonato da Europa: a Eslováquia tem ainda como possível o apuramento; se não jogará as suas possibilidades no play-off onde ainda podem ter conseguir lugar a Estónia e a Bósnia.

As contas do apuramento para o Euro 2016
<1<>

Patrocinados