Em atualização

GUERRA AO MINUTO | Stoltenberg garante que NATO vai continuar a aproximar a Ucrânia de uma adesão

Todas as informações mais recentes sobre o conflito na Ucrânia, que começou a 24 de fevereiro de 2022
2024-06-17

O que está a acontecer

2024-05-04
14:12

Rússia coloca Zelensky na lista de procurados

A Rússia abriu um processo criminal contra o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e colocou-o na lista de procurados, noticia a agência russa TASS, que cita o Ministério do Interior russo, que não avançou mais detalhes.

Em fevereiro, a Rússia já havia colocado a primeira-ministra da Estónia Kaja Kallas, o ministro da Cultura da Lituânia e membros do Parlamento da Letónia na lista de procurados por destruírem monumentos da era soviética.

A Rússia emitiu igualmente um mandado de captura contra o procurador do Tribunal Penal Internacional (TPI) que, no ano passado, emitiu um mandado de captura contra o Presidente Vladimir Putin, acusado de crimes de guerra.

Siga ao minuto:

2024-06-17
23:25

"A NATO, em 75 anos de existência, está no seu momento mais crítico"

Sónia Sénica analisa as recentes declarações do secretário-geral da NATO a propósito da necessidade de reforço de armas nucleares em prontidão na Aliança Atlântica como forma de dissuadir a Rússia.

2024-06-17
23:25

Reforço de armas nucleares da NATO: "Não se trata de uma escalada, mas de um ato de enorme prudência"

O major-general Arnaut Moreira analisa as recentes declarações do secretário-geral da NATO, que está a estudar a possibilidade de colocar em prontidão mais armas nucleares que tem armazenadas como forma de dissuadir a Rússia.

2024-06-17
23:25

Gouveia e Melo sobre a eventual entrada na guerra: "Temos de equacionar certos cenários, que nenhum de nós deseja, porque se eles se materializarem devemos estar preparados"

O chefe do Estado Maior da Armada defende que a Europa deve estar preparada para uma agressão russa: "Acredito que não haverá conflito se mostrarmos a capacidade e a vontade para dissuadirmosa Federação Russa de continuar com certos planos, se não o fizermos se calhar temos que testar aquilo que não queremos", diz em entrevista ao CNN Prime Time.

Sobre uma eventual candidatura a Presidente da República, prefere não se comprometer: "Estou super concentrado na minha missão", diz, e conclui: "Eu sou muito pragmático, não gosto de entrar no mundo dos ses

2024-06-17
22:53

Putin promete elevar os laços com a Coreia do Norte a um nível mais alto

O presidente russo, Vladimir Putin, disse que pretende elevar as relações com a Coreia do Norte a um nível mais alto e prometeu apoio invariável, informou a televisão estatal de Pyongyang, KCNA.

2024-06-17
22:53

Rússia diz que Coreia do Norte é um "parceiro firme e de mentalidade semelhante"

O presidente russo Vladimir Putin disse que a Coreia do Norte é um "parceiro firme e de mentalidade semelhante" à da Rússia, noticia a Reuters.

2024-06-17
22:48

"Sou um caçador". Ruger encontrou um propósito de vida na guerra - disparar contra o inimigo russo

Ruger aprendeu a disparar com o exército americano no Iraque. Agora é um dos snipers destacados para combater os russos na guerra da Ucrânia
Leia mais aqui
2024-06-17
22:27

Putin agradece apoio da Coreia do Norte

A agência de notícias estatal russa, TASS, está a avançar que a Rússia e a Coreia do Norte vão desenvolver mecanismos de comércio e acordos mútuos que, segundo Vladimir Putin, “não [serão] controlados pelo Ocidente”. O presidente russo, que agradece o apoio da Coreia do Norte na “operação especial” de Moscovo na Ucrânia, diz que os dois países irão resistir em conjunto contra às sanções impostas.

2024-06-17
22:21

Gouveia e Melo: "Se não investirmos na defesa daremos um sinal de fraqueza ao outro lado [a Rússia], que pensará que pode prosseguir a sua estratégia e lentamente ir avançando para Oeste"

Em entrevista à TVI e à CNN Portugal, o chefe do Estado Maior da Armada defende que o investimento na defesa é bom para a economia nacional - e é contra o serviço militar obrigatório
Leia mais aqui
2024-06-17
22:06

Stoltenberg diz que 23 países da NATO vão atingir limite mínimo de despesa militar

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, adiantou hoje que 23 países aliados vão gastar este ano 2% ou mais do seu PIB em defesa, o limite mínimo estabelecido pela Aliança Atlântica.

Stoltenberg indicou ainda, no início de uma reunião com o Presidente norte-americano Joe Biden em Washington, que os países membros da NATO, aliança da qual Portugal faz parte, "estão a aumentar os seus gastos militares em 18% este ano".

É "o maior aumento em décadas", frisou.

2024-06-17
21:50

Submarino português andou a espiar navios russos no Ártico

Missão do Arpão representa ainda uma conquista inédita: nunca antes um submarino convencional tinha navegado debaixo do calote de gelo
Leia mais aqui
2024-06-17
21:43

Mais de 20 pessoas feridas em ataque com míssil russo

O governador da região centro-leste de Poltava, na Ucrânia, eleva para 22 o número de pessoas feridas na sequência de um ataque russo com um míssil de cruzeiro X-59. Segundo Filip Pronin, citado pela Sky News, há três crianças entre os feridos, disse Filip Pronin.

2024-06-17
21:16

"Hesitação de António Costa em incluir Ucrânia no alargamento da UE pesa neste tipo de negociações"

Lídia Pereira, eurodeputada do PSD, analisa a possibilidade de o ex-primeiro-ministro António Costa ser o escolhido dos 27 para a presidência do Conselho Europeu, lembrando que o próprio não anunciou até ao momento a candidatura ao cargo.

2024-06-17
21:15

EUA preocupados com julgamento à porta fechada de Evan Gershkovich

Os Estados Unidos estão preocupados com o facto de o julgamento do repórter do Wall Street Journal, Evan Gershkovich, vir a ser realizado à porta fechada, disse Matthew Miller, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, citado pela Reuters.

2024-06-17
20:33

Conflito na Faixa de Gaza converteu-se em guerra contra as crianças, diz UNICEF

A diretora regional da UNICEF para o Médio Oriente e o Norte de África disse hoje que o conflito na Faixa de Gaza converteu-se em uma “guerra contra as crianças”, sendo já “um cemitério de meninos e meninas”.

Adele Jodr, que dirige esta antena regional do Fundo das Nações Unidas para a Infância, acrescentou que “provavelmente todas as crianças vão ficar traumatizadas, porque passaram por algo que nenhuma criança deveria passar”, ao falar durante uma cerimónia em Tóquio.

As declarações da dirigente da UNICEF foram feitas durante um evento em Tóquio e transmitidas pela televisão pública japonesa NHK.

Jodr sublinhou que “sempre que há um ataque, há crianças mortas, porque Gaza tem uma população muito jovem concentrada numa zona muito pequena”.

Acrescentou que existem 37 mil crianças que sofrem má nutrição grave e que 17 mil ficaram órgãos, o que as sujeita a riscos de abusos e exploração.

Existem ainda muitos outros que sofreram feridas graves, inclusive perda de algum membro, circunstâncias que lhes podem ser fatais, dada a situação crítica do sistema de saúde na Faixa de Gaza.

“Se estivessem num lugar normal, onde houvesse um hospital normal, um hospital equipado com os fornecimentos e o material médico necessário poderiam ter-se salvado”, disse.

Por tudo isto, Jodr, que é libanesa, reclamou um cessar-fogo imediato e o envolvimento da comunidade internacional para que a ajuda necessária chegue às crianças que precisem.

O balanço mais recente das autoridades de saúde da Faixa de Gaza é de 37.347 palestinianos mortos, dos quais mais de 15.700 são crianças, desde o início da ofensiva militar lançada por Israel, a 7 de outubro, na sequência do ataque sem precedentes do movimento islamita Hamas em território israelita, que fez cerca de 1.200 mortos e mais de duas centenas de reféns.

2024-06-17
20:26

Declarações de Stoltenberg sobre entrada da Ucrânia na NATO são "de um grau de cobardia diplomática que não deveria acontecer"

Tiago André Lopes analisa a "dissonância" entre o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, e o presidente dos EUA, Joe Biden, quanto à entrada da Ucrânia na Aliança Atlântica.

2024-06-17
20:26

"Tivemos todo o dia alertas de bombardeamentos nas zonas da linha da frente em Kharkiv"

Sérgio Furtado, enviado especial à Ucrânia, faz o ponto da situação em Kharkiv, uma das frentes de batalha mais intensas na Ucrânia, sendo alvo de constantes bombardeamentos russos.

Sérgio Furtado diz mesmo que esta nova linha da frente está a deixar a população civil “nervosa” naquela região, tendo sido retiradas dali já mais de 12 mil pessoas.

2024-06-17
20:23

Marcelo pede forte aliança transatlântica sobre Gaza e Ucrânia sem duplicidade de critérios

O Presidente da República apelou hoje a uma forte aliança transatlântica relativamente às guerras em Gaza e na Ucrânia, sem duplicidade de critérios quanto ao direito internacional e que procure trazer a China para ambas as soluções.

Marcelo Rebelo de Sousa falou destes dois conflitos numa intervenção em inglês, na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), em Lisboa, perante políticos luso-americanos eleitos para câmaras legislativas dos Estados Unidos da América.

O chefe de Estado considerou que se tem visto "a relação transatlântica a funcionar com coesão na Ucrânia, mas com dificuldades em Gaza" e "a Rússia e a China mais alinhadas do que nunca, embora de forma diferente, uma com posição mais forte do que a outra, o que não é necessariamente no interesse do Oeste".

"Portanto, precisamos de olhar para estes conflitos de um modo mais integrado, evitando duplicidade de critérios quanto ao direito internacional, trazendo a China para ambas as soluções, mantendo a aliança transatlântica muito forte – muito, muito forte –, reduzindo o poder da Rússia na Ucrânia e no Médio Oriente", defendeu.

Segundo o Presidente da República, "essas são as garantias para qualquer vantagem em futuras negociações que possam trazer paz e segurança para a Europa e para o Médio Oriente".

A seguir, Marcelo Rebelo de Sousa comentou a eleição presidencial norte-americana de 05 de novembro deste ano: "Sentimos que estamos todos nós a viver a mesma campanha, por todo o mundo, uma campanha americana existencial".

2024-06-17
19:33

EUA preocupados com aprofundamento dos laços entre a Rússia e Coreia do Norte

A Casa Branca expressou esta segunda-feira preocupação com o que chamou de aprofundamento das relações entre a Rússia e a Coreia do Norte, enquanto Vladimir Putin se preparava para visitar Pyongyang amanhã, diz a Reuters. O porta-voz de segurança nacional da Casa Branca, John Kirby, disse aos repórteres que a visita parecia ser parte de uma "ofensiva de charme" pós-eleitoral de Putin.

2024-06-17
18:04

Líder da NATO defende que caminho para paz passa por mais armas para Kiev

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, defendeu hoje que a China pague o preço pelo seu apoio à Rússia, ao mesmo tempo que encorajou a aliança militar ocidental a fornecer mais armas à Ucrânia.

“Pode parecer um paradoxo, mas o caminho para a paz passa por mais armas para a Ucrânia”, argumentou o chefe da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) em declarações ao Wilson Center, um 'think tank' em Washington.

Stoltenberg, que em breve abandonará a sua posição como secretário-geral da NATO, está de visita a Washington para preparar a cimeira da aliança atlântica que terá lugar na capital norte-americana de 09 a 11 de julho.

O norueguês, que será recebido esta tarde na Casa Branca pelo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que a “China está a alimentar o maior conflito armado na Europa desde a Segunda Guerra Mundial e, ao mesmo tempo, quer manter boas relações com o Ocidente”.

“Pequim não pode ter as duas coisas e, a dada altura, a menos que mude de rumo, os aliados terão que impor um custo”, sublinhou.

A NATO, com os Estados Unidos na liderança, critica cada vez mais a ajuda concedida pela China e pelas suas empresas ao esforço de guerra russo, através do fornecimento de componentes e equipamentos de apoio ao setor de defesa russo.

2024-06-17
17:52

PPE teme que Costa não seja “firme o suficiente em relação à Ucrânia”

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Itália, Antonio Tajani, disse que o Partido Popular Europeu tem dúvidas sobre a nomeação do ex-primeiro-ministro português como presidente do Conselho Europeu, pois, argumenta, existem “perplexidades” dentro do PPE sobre a escolha de António Costa, pois alguns “temem que não seja firme o suficiente em relação à Ucrânia”, avança o Politico.