“Subida das prestações do crédito à habitação vai piorar – e muito”

Diretor executivo CNN Portugal
9 set, 21:08

No dia seguinte à subida dos juros pelo BCE, as taxas Euribor voltaram a subir, passando os 2% na Euribor a 12 meses, que no início do ano estava negativa. “A maioria dos portugueses com crédito à habitação já está a pagar prestações mais caras”, mas as maiores subidas demoram algum tempo a concretizar-se, diz Pedro Santos Guerreiro. “Os portugueses já acordaram para o impacto da subida dos juros, o Governo acabará por acordar”, acrescenta, dizendo que “será em 2023 que o maior impacto chegará”. É já daqui a poucos meses.

Economia

Mais Economia

Patrocinados