Soldado russo pede perdão à viúva do homem que matou

19 mai, 22:04

Está a ser julgado o primeiro militar russo por crimes de guerra. No tribunal, o soldado confirmou que matou um civil desarmado por ordem de um oficial e pediu perdão à viúva do homem que matou.

Os procuradores ucranianos pedem prisão perpétua. A viúva concorda mas aceita também a opção de troca de prisioneiros.

Europa

Mais Europa

Patrocinados