Só em Chernihiv morreram 700 pessoas e ainda hoje se procuram os corpos

18 abr, 16:15

Chernihiv, a norte de Kiev, esteve cercada pelos russos durante 39 dias. Os enviados especiais Paulo Bastos e Pedro Batista relatam aquilo que deverá ser mais um cenário de horror: 700 mortos, com muitos corpos ainda por encontrar. 
 

Europa

Mais Europa

Patrocinados