Saiba tudo sobre o Euro aqui

Arqueólogos descobrem frescos impressionantes de personagens mitológicos em Pompeia

CNN , Amarachi Orie
19 mai, 17:00
Um fresco representa a personagem mitológica do antigo deus grego Apolo com uma Cassandra abatida, filha do rei Príamo de Troia (Parque Arqueológico de Pompeia)

Os romanos da Antiguidade apreciavam mais do que apenas a comida durante os seus banquetes, segundo uma nova descoberta no sítio arqueológico de Pompeia.

Os arqueólogos que trabalham no local mundialmente famoso descobriram uma sala de banquetes com paredes pintadas de preto e cobertas com frescos de personagens mitológicas associadas à Guerra de Troia.

A sala ornamentada proporcionava um ambiente elegante para entretenimento ou conversa durante os banquetes, disse o Parque Arqueológico de Pompeia, que supervisiona o local.

De acordo com o Parque Arqueológico de Pompeia, a elaborada sala de jantar proporcionava um ambiente elegante para o entretenimento (Parque Arqueológico de Pompeia)

“As paredes foram pintadas de preto para evitar que o fumo dos candeeiros de petróleo fosse visto nas paredes”, disse Gabriel Zuchtriegel, diretor do parque arqueológico, num comunicado de imprensa publicado a 11 de abril.

“As pessoas encontravam-se para jantar depois do pôr do sol; a luz bruxuleante dos candeeiros tinha o efeito de fazer com que as imagens parecessem mover-se, especialmente depois de alguns copos de bom vinho da Campânia”, continuou.

Um dos frescos representa um encontro entre Helena e Páris, filho do rei troiano Príamo, identificado por uma inscrição grega do seu outro nome, “Alexandros”. Na mitologia grega, o rapto de Helena por Páris do seu marido grego, Menelau, deu origem à Guerra de Troia.

Este fresco retrata Helena de Troia com Páris. Na mitologia grega, o rapto de Helena por Páris desencadeou a Guerra de Troia. (Parque Arqueológico de Pompeia)

Outra mostra Cassandra, filha de Príamo, abatida, com o deus Apolo.

Segundo a lenda, Apolo prometeu a Cassandra o dom da profecia mas, como ela não cedeu aos seus desejos, castigou-a ordenando também que ninguém acreditasse nunca mais nas suas profecias. O seu aviso sobre a queda de Troia, por exemplo, não foi ouvido.

A sala de jantar recentemente descoberta tem cerca de 15 metros de comprimento e seis metros de largura e abre para um pátio com uma longa escadaria que conduz ao segundo andar, de acordo com o comunicado.

No reboco fresco dos arcos da escadaria, alguém tinha desenhado, a carvão, dois pares de gladiadores e o que parece ser um enorme falo estilizado.

Por baixo dos arcos, foi encontrada uma grande pilha de materiais de construção.

A antiga cidade greco-romana de Pompeia foi enterrada sob cinzas e vidro vulcânico durante a erupção do Monte Vesúvio em 79 d.C. e, desde 1700, os arqueólogos têm vindo a desenterrar a cidade que ficou congelada no tempo.

O sítio contém 1.070 casas com mais de 13.000 quartos, bem como espaços públicos e sagrados, segundo o parque arqueológico. Esta última descoberta foi feita durante uma grande escavação em curso.

Outros achados revelados na área de escavação até agora incluem duas casas interligadas, uma padaria, uma lavandaria e uma sala de estar com belos frescos.

Europa

Mais Europa

Patrocinados