Se Netanyahu "se submeter à vontade" de Biden, "morre" do ponto de vista político

10 mai, 09:43

O primeiro-ministro de Israel garante que, mesmo sem a ajuda dos Estados Unidos, vai continuar a combater o Hamas. Benjamin Netanyahu responde assim a Joe Biden, que ameaçou deixar de fornecer armas a Israel caso avance a ofensiva em larga escala sobre Rafah.

Azeredo Lopes considera que os EUA começam a “não acreditar” num “acordo razoável” entre Israel e o Hamas - “não é provável”, sublinha. Para sobreviver, Netanyahu “nunca diz não”, acrescenta.  

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados