Scholz vai dar 300 euros aos pensionistas. Plano alemão de combate à inflação vai ainda taxar os lucros extraordinários das empresas de energia

4 set, 20:24

Na Alemanha, o governo de Berlim apresentou um novo pacote de medidas, o terceiro, para atenuar o impacto da subida dos preços da energia na vida dos alemães.

São 65 mil milhões de euros contra a inflação, investidos em medidas como a extensão dos descontos nos transportes públicos ou uma prestação única de 300 euros para os pensionistas para ajudar com o aumento dos custos e isenções tributárias para as empresas que utilizam grandes quantidades de energia.

O chanceler alemão prometeu ainda taxar os lucros extraordinários das empresas de energia para reduzir a fatura energética dos consumidores.

As medidas vão permitir uma redução do preço final da energia e dos combustíveis para os consumidores, que será financiada com a receita extra arrecadada nos impostos. Mas Olaf Scholz garante que a Alemanha terá energia suficiente para enfrentar o inverno.

Europa

Mais Europa

Patrocinados