"Repugnante e condenável". Costa espera que atentados na Rússia não sirvam de pretexto para escalada na guerra

23 mar, 19:24

O primeiro-ministro, António Costa, expressou "condenação absoluta" dos atentados terroristas ocorridos em Moscovo e manifestou a esperança de que não sirvam de pretexto para uma escalada da guerra da Rússia com a Ucrânia.

Europa

Mais Europa

Patrocinados