PSD: "Esta demissão representa a falência da política de Saúde do Governo de António Costa"

30 ago, 11:01

Acusando o Governo de "arrogância e cegueira ideológica" na Saúde, Miguel Pinto Luz, vice-presidente do PSD, disse que "foi preciso que morresse uma mãe que não teve acesso às urgências do maior hospital do país para que a ministra se demitisse e António Costa tomasse uma decisão".

Para o PSD, a saída de Marta Temido peca por tardia e que é necessária uma mudança nas políticas de Saúde do Executivo.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados