Presidente da Galp à CNN Portugal: “Sim, estamos a ganhar dinheiro e a guerra fez subir os preços”

Diretor executivo CNN Portugal
20 abr, 11:37

“O mercado da energia está num estado de perturbação que nunca vi nos meus 35 anos de carreira. Mas sim, estamos a ganhar dinheiro e a guerra fez subir os preços”, reconhece Andy Brown, presidente executivo da Galp, em entrevista exclusiva à CNN Portugal.

O responsável defende, no entanto, que não é nas margens dos preços dos combustíveis que está o crescimento do lucros da Galp, mas noutras operações, como a refinação. “Estamos a lucrar com os preços mais elevados onde produzimos petróleo", afirma.

"Não estamos a lucrar aumentando os preços [dos combustíveis] de forma oportunista. Não fazemos assim, não é assim que agimos”, afirma. Aliás, frisa, “temos um mercado aberto competitivo, em Portugal”.

VEJA TAMBÉM
CEO da Galp elogia ministro da Economia depois do recuo no novo imposto sobre petrolíferas

Os preços dos combustíveis têm estado em forte alta nos últimos meses, em particular desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, a 24 de fevereiro. Desde então, e depois de vários altos e baixos, o petróleo subiu nos mercados internacionais cerca de 14%. E os preços de venda de combustíveis subiram em Portugal em 13% no gasóleo e em 8% na gasolina.

Ontem, terça-feira 19 de abril, um litro de gasóleo simples custava, em média em Portugal continental, 1,886 euros, mais 22,6 cêntimos do que a 23 de fevereiro, véspera da invasão. O litro de gasolina simples 95 custava 1,957 euros, mais 14 cêntimos do que a 23 de fevereiro.

Já o petróleo estava a negociar esta terça-feira de manhã, no índice Brent, a cerca de 108 euros por barril, contra os cerca de 95 dólares a 23 de fevereiro.

Em entrevista exclusiva à CNN Portugal, publicada em vários vídeos que pode ver ao longo desta quarta-feira, Andy Brown explica a sua visão do negócio e perspetiva a evolução do mercado da energia.

Veja o vídeo.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados