"Os motivos que fundamentam a iniciativa do Chega não se enquadram no crime de traição à pátria", garante constitucionalista

7 mai, 21:59

Teresa Violante, constitucionalista, explica que a Constituição da República define um processo especial para responsabilizar criminalmente o Presidente da República. 

Política

Mais Política

Mais Vistos

Patrocinados