"Os insultos marcaram estas eleições, mas os programas de Lula e Bolsonaro não têm diferenças assim tão radicais" - a opinião de Paulo Portas

30 out, 22:39

No habitual comentário Global de Paulo Portas, o comentador da TVI/CNN Portugal começa para analisar o que marca este domingo: as eleições no Brasil. Paulo Portas afirma que a abstenção será decisiva, uma vez que “à partida os votos da primeira volta” tanto de Lula da Silva como de Jair Bolsonaro repetem-se.  No que diz respeito à campanha, o comentador classificou-a como o contrário do que é o Brasil, tendo sido "tensa, violenta, ordinária." 

No dia decisivo para o Brasil, Paulo Portas defende que, apesar de se falar pouco disso, os programas de ambos os candidatos "não apresentam diferenças assim tão radicais". Contudo, foi o insulto que ganhou destaque ao longo dos dias de campanha.  

Na rúbrica semanal houve ainda espaço para analisar vários assuntos que marcaram os últimos dias: a situação da guerra, nomeadamente a suspensão do acordo da exportação dos cereais, a subida na taxa de inflação em Portugal, a decisão da subida de juros do Banco Central Europeu, as economias dos EUA e da China, as eleições intercalares norte-americanas e os riscos inerentes,  compra do Twitter por Elon Musk, a queda do valor da META - empresa detentora do Facebook e Instagram e os protestos no Irão. 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados