"Os EUA não estão dispostos a aceitar a continuação da disrupção do comércio marítimo"

12 jan, 10:27

Helena Ferro de Gouveia lembra que pelo Mar Vermelho passa 15% de uma rota comercial: "Seria inconcebível que a liberdade de navegação marítima continuasse a ser ameaçada", afirma a comentadora da CNN Portugal, reconhecendo, no entanto, que olhando para a lista de países que já condenaram os ataques dos EUA e do Reino percebe-se que a situação poderá escalar.

"Este grupo tem um potencial militar muito mais elevado do que o Hezbollah, tem armamento sofisticado. Parece-me claro que os EUA e os mais de 40 países que os apoiam não estão dispostos a aceitar a continuação da disrupção do comércio marítimo", conclui.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados