"Notícias positivas" para familiares de reféns israelitas: "Resposta do Hamas flexibiliza algumas posições"

Jornalista freelancer, cobre o conflito entre Israel e o Hamas para a CNN Portugal a partir do Médio Oriente
15 mar, 18:47

Israel vai enviar uma nova delegação ao Catar para negociar sobre os reféns, depois de ser conhecida a resposta do Hamas à última proposta do acordo: libertar mulheres-soldado israelitas juntamente com reféns civis. Em troca, o governo de Netanyahu deixaria sair das suas cadeias prisioneiros palestinianos, incluindo condenados a prisão perpétua.

O comunicado foi emitido por Israel no âmbito de uma reunião do gabinete de Guerra, em Telavive, que convocou um novo encontro este sábado, para estabelecer as linhas vermelhas que podem ser aceites pela delegação que será enviada a Doha. 

O correspondente da CNN Portugal em Haifa, Henry Galsky, diz que a posição das autoridades israelitas é de que o Hamas está a dificultar as negociações, e que Israel se prepara para todos os cenários, inclusive a possibilidade de ampliar a guerra. 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados