Justiça europeia defende que livro de ex-inspetor da PJ não prejudicou a reputação dos pais de Maddie MacCan

20 set, 17:19

Os pais de Maddie MacCan perderam o caso contra a justiça portuguesa.  

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos considerou que os pais da menina britânica tiveram uma audiência justa no julgamento por difamação contra Gonçalo Amaral, o ex-inspetor da Polícia Judiciária que investigou o desaparecimento da criança no Algarve em 2007. O tribunal de Estrasburgo considerou que se a reputação dos pais da menina foi prejudicada, a responsabilidade não é do livro escrito pelo antigo inspetor.  

País

Mais País

Patrocinados