José Soeiro: "É tempo de ouvir pessoas como Maina Mendes. Deu um pontapé no cu dos legítimos superiores"

25 abr, 11:04

José Soeiro aproveita o discurso na sessão solene do 25 de abril para questionar "quão democráticas são estas desigualdades?", e dizer que é tempo de ouvir as pessoas que "não estão no retrato emoldurado dos notáveis ,que não têm nem terão medalhas ou ruas com o seu nome, que estão no avesso dos lugares, mas sem as quais não existiriam os lugares". 

O deputado do Bloco de Esquerda serve-se ainda do exemplo de Maina Mendes, que "pôs ambas as mãos sobre o corpo e deu um pontapé no c... dos outros legítimos superiores". 

País

Mais País

Patrocinados