Imunidade parlamentar de arguida volta a adiar megaprocesso de fraude no Minho

16 mai, 22:00

Uma deputada do PSD está a bloquear o arranque do grande processo de fraude que envolve a extinta associação industrial do Minho. Cláudia Dantas foi eleita pelo círculo da Madeira e agora terá de ser levantada a sua imunidade parlamentar para que possa responder em tribunal. Em causa estão 10 milhões de euros de fundos usados, alegadamente, de forma fraudulenta.

País

Mais País

Patrocinados