Imigrantes esperam meses ou anos por uma marcação no SEF: "Tive que pagar para comprar uma vaga, porque não consigo legalmente"

Jornalista da editoria de Sociedade
7 nov, 23:12

Desde o anúncio da extinção do SEF que as burlas ou atos de corrupção para garantir agendamentos de autorizações de residência ou reagrupamento familiar não param. 

O Exclusivo identificou vários perfis no Facebook que prometem agendamentos a troco de 30 a 50 euros e entrevistou uma imigrante que só conseguiu marcação no SEF depois de ter recorrido a um serviço ilegal.

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados