Graça Freitas: "Por enquanto, tudo aponta que a Ómicron não será uma variante com um grande grau de virulência"

10 dez 2021, 17:33

A diretora-geral da Saúde (DGS) considerou, esta sexta-feira, que a informação disponível sobre a nova variante Ómicron, detetada na África do Sul, sugere que esta estirpe não terá "um grande grau de virulência".

Questionada sobre a necessidade de uma terceira dose para a generalidade da população, face às preocupações em torno da nova variante, Graça Freitas disse ser ainda "muito cedo", uma vez que ainda não há dados sobre "o efeito da variante Ómicron em relação à imunidade que já construímos".

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados